terça-feira, 7 de julho de 2015

ACELGA COMO PLANTA MEDICINAL


Acelga

A acelga ou beterraba branca é uma hortaliça de talos longos e firmes, as folhas podem ser opacas ou brilhantes na coloração verde ou avermelhada. Existem relatos sobre seu uso desde o século IV a.C., na região costeira do mar Mediterrâneo, onde fazia parte da alimentação básica dos camponeses. Depois foi levada da Europa para outros continentes.
Era utilizada na Antiguidade pelos romanos, gregos e egípcios.
A acelga é rica em niacina, vitamina A e vitamina C, fibras que auxiliam na função intestinal. A vitamina A é boa para a visão, saúde da pele e mucosas, auxilia no crescimento e faz parte da formação do esmalte dos dentes. A vitamina C previne infecções, problemas da pele, hemorragias, fragilidade dos ossos. A niacina evita problemas do sistema digestório e nervoso.
Contém poucas calorias, é usada em saladas, ótima opção para quem está de regime. Pode ser consumida crua, cozida ou refogada, misturada a frutas e legumes crus, massas, com frango, atum e carnes. O suco da acelga misturado a uma colher (sopa) de azeite é indicado como laxante.
Ao comprá-la prefira as folhas novas, sem manchas e brilhantes, de cor verde-clara e talo verde-esbranquiçado. O consumo da acelga deve ser moderado pelo alto teor da substância oxalato, que prejudica a absorção de cálcio no organismo.
Quanto ao uso medicinal, pode ser utilizada em micoses, cicatrizes, doenças circulatórias, age como antioxidante e é eficaz contra os cálculos biliares.
Em geladeira o período de conservação é de 5 a 7 dias.
O período de safra é de junho a outubro.

Benefícios da Acelga

Acelga é um vegetal de folhas verdes que está na mesma família da beterraba. No entanto, enquanto a raiz da beterraba é normalmente consumido, são as folhas de acelga que são consumidos. Ela também passa a ser um dos alimentos mais saudáveis do planeta. Aqui estão os 8 benefícios da acelga para saúde.
Antioxidantes: Acelga é um dos alimentos mais ricos em antioxidantes do planeta (antioxidantes são responsáveis pelas cores vivas em frutas e vegetais). Ele contém beta-caroteno, vitamina E, vitamina C, zinco, luteína, zeaxantina, quercetina, kaempferol, e muitos outros antioxidantes que combatem doenças.
Benefícios da Acelga
Regular o açúcar no sangue: Acelga contém ácido siríngico e fibra e ácido siríngico, o que ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue. Se você está em risco de diabetes ou de ter sido diagnosticado com diabetes, você deve comer mais vegetais verdes folhosos, como acelga.

Saúde Óssea: Acelga, como outros vegetais de folhas verdes, é uma excelente fonte de cálcio, que ajuda a fortalecer os ossos e dentes. Uma xícara de acelga fornece cerca de 101 mg de cálcio. Ele também contém vitamina K e de magnésio, ambos são importantes para os ossos fortes.
    Prevenção do Câncer: Acelga é um dos super alimentos que é conhecida por sua propriedades preventivas do câncer graças à fibra, clorofila, fitoquímicos e outros pigmentos vegetais que ela contém. Estudos descobriram que vegetais de folhas verdes são particularmente benéfica contra o câncer de cólon.
    Saúde do Cérebro: Além de fortalecer os ossos, a vitamina K em acelga é crucial para o bom funcionamento do cérebro e sistema nervoso, pois é essencial na formação da bainha de mielina, a camada protetora em torno de nervos:
    Sangue Saudável: acelga é rica em ferro, que é essencial para manter a saúde do sistema circulatório e na prevenção da anemia. A vitamina K promove a coagulação sanguínea saudável e evita contusões excessiva e hemorragia.
    Saúde do Cabelo: Acelga é rica em biotina, uma vitamina importante pro cabelo que promove o crescimento e força. Os pesquisadores descobriram que 30 mcg por dia de biotina é benéfico para o cabelo e uma xícara de acelga contém cerca de 10,5 mcg. Acelga também tem quantidades elevadas de vitaminas C e A, os quais auxiliam os folículos pilosos na produção de sebo.
    Saúde Ocular: Uma xícara de acelga contém 9.276 mcg de luteína, um antioxidante que é essencial para a saúde dos olhos. Pesquisadores sugerem que consumir entre 6.000 e 10.000 mcg de luteína por dia pode manter a saúde dos olhos e prevenir ou retardar o aparecimento de doenças oculares relacionadas à idade.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário