sábado, 29 de maio de 2010

CULTURA DA ACELGA


Caracteristicas Gerais

A acelga (Beta vulgaris var. cicla) é uma planta bianual de ciclo longo pertencente à família Quenopodiáceas, tem como parte comestível às folhas cuja coloração é variável (de verde escuro à verde claro) que são ovaladas com as bordas encouraçadas, para que ocorra a formação de flores é necessário que a planta passe por um período de temperaturas baixas. O fruto contem de 3 a 4 sementes muito pequenas.

Família: Quenopodiáceas

Espécie: Beta vulgaris var. cicla.

Planta: A acelga é uma planta bianual, de ciclo longo, que não forma raiz ou fruto comestível. Sistema radicular: Possui raiz fibrosa e bastante profunda.

Folhas: Constituem na parte comestível, são grandes de forma ovalada com as bordas encouraçadas, a coloração varia, segundo as variedades, entre verde escuro e verde claro. Os pecíolos podem ser de cor creme ou branco.

Flores: Para que ocorra a floração é necessário que a planta passe por um período de temperaturas baixas. A inflorescência é composta por uma grande panícula, que pode atingir 1,20m. As flores são hermafroditas podendo aparecer isoladas ou em grupos de duas ou três. O cálice possui coloração esverdeada e é composto por 5 sépalas e 5 pétalas.

Fruto: As sementes são muito pequenas e estão encerradas em um pequeno fruto, que é comumente chamado de semente. Cada fruto contem de 3 a 4 sementes.

Hortaliça que possui como centro de origem a região do Mediterrâneo e Ilhas Canárias (Vavilov, 1951). As primeiras referências registram seu cultivo pelos gregos cerca de 500 anos a.C., sendo um alimento básico para a nutrição humana por muito tempo. Desde a Europa, a acelga tem sido levada a diversos países do mundo e na atualidade apresenta uma ampla difusão, especialmente na América e na Ásia.

Caracteristicas da Espécie

A acelga é uma planta de clima temperado. Desenvolve-se com temperaturas que são compreendidas entre um mínimo de 6º C e um máximo de 27º a 33º C, sendo mais favorável variando entre 15º e 25º C. As temperaturas de germinação estão entre 5º C de mínimo e 30º a 35º C de máxima, sendo mais favorável variando entre 18º e 22º C. Em algumas regiões tropicais e subtropicais seu desenvolvido é bom, contanto que seja cultivada em áreas altas e, nestas situações, pode se comportar como uma planta perene, devido à ausência de inverno definido nestas regiões. Necessita de solos com consistência media, se desenvolve melhor em solos com texturas mais argilosas. Requer solos profundos, com grande poder de absorção e ricos em matéria orgânica. Suporta muito bem solos salinos, resiste bem a presença de cloretos e sulfatos, mas não muito a carbonato de sódio. Requer solos alcalinos, com um pH ótimo de 7,2, tolerando solos com pH variando de 5,5 a 8, mas não tolera os solos ácidos.

CULTIVO DA ACELGA


ESPÉCIE - ACELGA

ORIGEM - Originária da Europa, onde cresce espontaneamente e
é cultivada há mais de 2000 anos.

NOME CIENTÍFICO - Beta vulgaris L. var. cicla

FAMÍLIA - Quenopodiaceae

EXIGÊNCIA CLIMÁTICA - Ameno (20º a 25º)

FORMA DE PROPAGAÇÃO - Semente

ÉPOCA DE PLANTIO

epoca de plantio inicio de
colheita
sul sudeste nordeste centro-oeste norte
fev/jul fev/jul * * abr/jun 60-70 dias

* não recomendável

RICA EM -Vitamina A, B, B2, B5, C, cobre, enxofre, iodo, cálcio, ferro, fósforo, potássio e sódio.

PROPRIEDADES MEDICINAIS

Ajuda a desinflamar os nervos (neurite), vigoriza o cérebro e fortalece o estômago.
O suco de acelga é indicado contra os cálculos biliários.
Folhas – utilizam-se contra as adenites, as hemorróidas, as feridas, as úlceras, etc.
Cozidas – empregam-se como emolientes em abcessos, contusões, flegmões (inflamações do tecido conjuntivo, que fica sob a pele), furúnculos, queimaduras, etc.
O chá da raiz, é remédio contra enfermidades do fígado.
As sementes são boas para combater a disenteria, a metrorragia, a poliúria.

Fonte: www.cnph.embrapa.br

acelga

''

A acelga é uma hortaliça composta por vários e importantes nutrientes e com sabor agradável.
A acelga, também conhecida como beterraba branca, é uma verdura muito nutritiva,mas ainda pouco consumida no Brasil.É uma rica fonte de vitamina A, C, Niacina e de sais minerais como cálcio, fósforo e ferro. Tem poucas calorias e quase nenhuma gordura, podendo ser usada em dietas de baixo consumo calórico.

A vitamina A encontrada nesta hortaliça, é indispensável para a manter a saúde dos olhos, garantindo uma boa visão. Auda a manter a pele e as mucosas saudáveis, auxilia no crescimento e faz parte da formação do esmalte dos dentes. A vitamina C dá resistência aos vasos sanguíneos, combate processos infecciosos, evita problemas de pele, hemorragias e fortalece os ossos e os dentes. A Niacina, assim como todas as outras vitaminas do Complexo B, protege o aparelho digestivo e o sistema nervoso central.

A acelga possui ainda grande quantidade de fibras que facilitam o bom funcionamento dos intestinos. Pode-se usar o suco deste vegetal, misturado em partes iguais com o suco de agrião,para combater os cálculos biliares. Toma-se um copo, por dia, em jejum. Também se utiliza a acelga para combater a prisão-de-ventre, preparando um laxante poderoso com meio copo de suco de acelga e uma colher de sopa de azeite.

Quando for comprar acelga, atenção para as folhas que devem estar novas e na cor verde-claro, com o talo verde-esbranquiçado. A consistência deve ser firme, parecida com a do repolho. As folhas internas precisam estar viçosas, sem manchas ou marcas de insetos. Quando o talo está mole ou com manchas pretas, é sinal de que a acelga já está passada. Guarde a acelga na gaveta de verduras da geladeira, onde ela se conserva em bom estado durante 3 ou 4 dias. Para conservá-la por mais tempo é necessário congelar.

Mas atenção, ela não deve ser consumida de forma exagerada, pos possui grande quantidade de oxalato, uma substância que prejudica a absorção de cálcio no organismo.

cultivo

seguir as mesmas recomendações técnicas indicadas indicadas para a beterraba, exceto espaçamento:30x20cm

domingo, 2 de maio de 2010

CARACTERISTICAS DA ACELGA


CARACTERISTICAS DA ACELGA

Acelga

A acelga ou beterraba branca é uma hortaliça de talos longos e firmes, as folhas podem ser opacas ou brilhantes na coloração verde ou avermelhada. Existem relatos sobre seu uso desde o século IV a.C., na região costeira do mar Mediterrâneo, onde fazia parte da alimentação básica dos camponeses. Depois foi levada da Europa para outros continentes.
Era utilizada na Antiguidade pelos romanos, gregos e egípcios.
A acelga é rica em niacina, vitamina A e vitamina C, fibras que auxiliam na função intestinal. A vitamina A é boa para a visão, saúde da pele e mucosas, auxilia no crescimento e faz parte da formação do esmalte dos dentes. A vitamina C previne infecções, problemas da pele, hemorragias, fragilidade dos ossos. A niacina evita problemas do sistema digestório e nervoso.
Contém poucas calorias, é usada em saladas, ótima opção para quem está de regime. Pode ser consumida crua, cozida ou refogada, misturada a frutas e legumes crus, massas, com frango, atum e carnes. O suco da acelga misturado a uma colher (sopa) de azeite é indicado como laxante.
Ao comprá-la prefira as folhas novas, sem manchas e brilhantes, de cor verde-clara e talo verde-esbranquiçado. O consumo da acelga deve ser moderado pelo alto teor da substância oxalato, que prejudica a absorção de cálcio no organismo.
Quanto ao uso medicinal, pode ser utilizada em micoses, cicatrizes, doenças circulatórias, age como antioxidante e é eficaz contra os cálculos biliares.
Em geladeira o período de conservação é de 5 a 7 dias.
O período de safra é de junho a outubro.

cultivo da acelga

considerações:

a acelga é uma olericola de sabor finíssimo, entretanto não emplacou no Brasil, exceto em localidades de forte influência européia, como o sul do Brasil, talvez pela sua alta atração aos insetos seu cultivo torne problemático, mas a seguir daremos dicas para se ter boa produtividade.

Solos

Como qualquer outra olericola, sua exigencia em solo de alto teor de matéria orgânica é fundamental.