segunda-feira, 8 de junho de 2015

Artemísia (Artemisia vulgaris)

Artemisia viridis 'Tiny Green'

Artemísia

(Artemisia vulgaris)

Planeta: Sol.
Características: Cultivada em quase todo o Brasil, esta erva tem vários nomes populares: erva-de-são-joão, artemigem e outros. Originariamente foi encontrada na Europa, na Ásia Central e na África do Norte. A planta, muito cheirosa, possui flores brancas com folhas recortadas e esbranquiçadas na face inferior. Pode ser praticamente rasteira, com 15 cm de altura, ou crescer até um metro. Muito utilizada também como planta ornamental para jardins. 
Indicações e Usos: Planta de até 1 metro de altura, talos eretos, ramificados, violáceos. Folhas polimorfas, verde escura na parte superior e esbranquiçadas na inferior, pubescentes. Flores amarelentas, formando racimo piramadal, com folhas entresmescladas. Floresce no verão. A raiz e a folha contêm óleo volátil e um princípio amargo que torna a artemísia útil como tônico estomacal, excitante, com propriedades antiespasmódicas e anti-helmínticas. Ela é usada também para combater a histeria e as manifestações epilépticas, a icterícia e a diarréia. Tomado meia hora antes das refeições, o chá das folhas e flores da artemísia tem efeito digestivo e alivia cólicas intestinais. Contra distúrbios menstruais, recomenda-se beber uma xícara deste chá durante os sete dias que antecedem a menstruação. Devido a alta toxicidade contida no óleo essencial da planta, é necessário controle no seu uso e muito cuidado no excesso de doses.

Atenção: Durante a gravidez, ou quando estiverem amamentando, as mulheres devem evitar o consumo da artemísia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário