sábado, 6 de junho de 2015

Boldo (Pneumus boldus)



Boldo 


(Pneumus boldus)

Planeta: Júpiter 

Partes usadas: Folhas

Características: Também conhecido como boldo-do-chile, como o próprio nome diz, esta planta é originária do Chile, mais especificamente da Cordilheira dos Andes. As folhas do boldo, intensamente aromática e de sabor picante, são oval-elípticas e cobertas de pêlos salientes, desagradáveis ao tato. 

Indicações e Usos: Na medicina popular, o que se aproveita do boldo são somente as folhas, das quais se faz chá. Amargas, elas possuem propriedades tônicas e estimulantes. Facilitam a digestão, aumentando as secreções salivares e gástricas. São indicadas também nos casos de infecções hepáticas. Tomado diariamente, este chá acelera a produção da bílis, substância produzida pelo fígado que é importantíssima na decomposição de gorduras. Por isso mesmo o boldo é um ótimo auxiliar nos regimes de emagrecimento. Diurético, também é utilizado em casos de icterícia. As folhas do boldo desprendem um perfume semelhante ao da hortelã e da melissa.

Parte Utilizada: Folhas 

Forma de Utilização: Infusão 1 a 2 gramas (1 a 2 colher chá) em 150 mL (xícara chá)

Posologia: Utilizar 1 xícara chá 2 vezes ao dia

Via: Oral 

Uso: Adulto 

Indicações: Dispepsia (distúrbios da digestão) como cologogo e colerético

Efeitos Adversos: O uso pode diminuir a pressão arterial. Doses acima da recomendada e utilizadas por um período de tempo maior que o recomendado podem causar irritação gástrica.

Contra indicações: Não deve ser utilizado por pessoas com obstrução das vias biliares, doenças severas no fígado e nos casos de gravidez. Usar cuidadosamente em pessoas com doença hepática aguda ou severa, colecistite séptica, espasmos do intestino e íleo e câncer hepático.

Observações: Não exceder a dosagem recomendada.
As doses indicadas são para adultos.
As plantas medicinais não devem ser usadas em crianças menores de 3 anos, gestantes e mulheres que estejam amamentando.
Nas crianças de 3 a 7 anos deve-se usar 25% das doses indicadas e em crianças entre 7 e 12 anos e em acima de 70 anos deve-se usar 50% das doses indicadas.
É importante ressaltar que o boldo do chile é uma planta importada, ou seja, não cresce em solo brasileiro. Muitas pessoas dizem que possuem em seus jardins esse boldo, mas não é verdade, o que ocorre de fato é uma confusão por existirem várias espécies de boldo, entre eles: o boldo do chile, boldo nacional (que também é descrito no blogg), boldão, boldo peludo ou boldo miúdo, boldinho.

Um comentário: