sexta-feira, 5 de junho de 2015

CAPIM LIMÃO (Cymbopogon citratus Staupf)

erva-cidreira4

Capim Limão 

(Cymbopogon citratus Staupf)

Origem: Propriedades ativas concentram-se nos óleos essenciais (citral e mirceno).Originária da Índia, introduzida no Brasil na época da colônia. Combate a erosão, tendo sido usado no Brasil Colônia para plantio à beira das estradas recém abertas.
Partes usadas: Folhas 
Caracteristicas e Cultivo: Planta perene, forma enorme touceiras de folhas finamente estriadas, com margens cortantes, exalando um forte odor de limão. Flores agrupadas em pequenas espigas. 
Cultivo: A planta prefere terrenos pouco úmidos, vegetando bem em regiões de clima tropical e temperado. Faz-se mudas desmembrando pedaços da touceira mãe, plantando em lugar bem ensolarado à um metro uma da outra. O capim-limão é conhecido popularmente por capim-cidreira, capim-cidrão, ou capim-santo. Originário da Índia, pode chegar a 1,5m de altura. Tem caule com nós bem demarcados e a bainha das folhas (base ligada ao caule) lisa e estriada. As folhas são alongadas, estreitas nas pontas, com até 50cm de comprimento, 5 a 7mm de largura e áspera nas duas faces. É uma planta bastante utilizada no plantio em nível, para a contenção da água da chuva, no controle à erosão. 
Indicações e Usos: Com suas folhas, prepara-se um chá de ação relaxante muito indicado para insônia, diminuindo a ansiedade, bem como um excelente tônico depurativo nos estados gripais. É utilizado como calmante, antiespasmódico, sudorífico e diurético. Por estimular a transpiração, ajuda a baixar a febre. Esta erva também diminui os gases intestinais e facilita o trabalho do aparelho digestivo. Acalma espasmos, histerias e outras perturbações nervosas. Atua como auxiliar nas afecções das vias urinárias. Batido no liquidificador, cru, com água gelada, é um excelente refresco nos dias muito quentes, para tirar o desânimo causado pelo próprio calor. Há informações de que causa a queda de pressão sanguínea.

Por estimular a lactação, o capim limão é indicado para gestantes e lactantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário