sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Broto de Alfafa (Medicago sativa L.)



NOME: ALFAFA : (Medicago sativa L.)

(Inglês:Lucerne ou Alfafa)

FAMILIA: Leguminosae – Papilonoideae

ORIGEM: Originária da Rússia, ao chegar aos países árabes ficou conhecida entre os criadores de cavalos, porque os animais ganhavam vitalidade em contato com a planta.

HISTÓRIA: Vem sendo cultivada há 2500 anos, chegou a Europa através da Espanha. Por ser extremamente resistente ao frio e pela criação de espécies híbridas, pode ser cultivada em todos os climas e em quase todas as regiões agrícolas do planeta. Considerada a "rainha das forrageiras" por seu elevado valor nutritivo (quatro vezes mais proteínas do que o milho), vem sendo plantada principalmente para a produção de feno. A planta vive em torno de 6 a 8 anos e se tornou conhecida como alimento humano muito tempo depois de ser cultivado para animais. Hoje é um dos brotos mais conhecidos, apreciados e estudados, especialmente valorizado pela sua capacidade de reter a clorofila!

CURIOSIDADES: Na língua inglesa, francesa, alemã, italiana e mesmo no português a Alfafa é chamada de Luzerna (Lucerne) que significa “Grande luz ou Clarão”! No árabe é chamada de “Alfacha-facha” de onde se origina o nome Alfafa.

Os brotos de Alfafa, assim como todos os outros brotos nos convidam para um alinhamento entre o céu e a terra. As forças do céu chamam o caule e folhas e as da terra chamam as raízes! Sempre penso nisso quando como os brotos pois eles podem também nos auxiliar nesse alinhamento!!!

COMPRAS: As sementes que adquirimos para germinação caseira geralmente são importadas da Austrália. Algumas casas especializadas em sementes vendem, mas o mais certo é adquirir direto com o importador.

GERMINAÇÃO: Importante observar que estas minúsculas sementes (menor que a da mostarda) são especialmente indicadas para a produção de brotos. Evita-se o consumo como sementes germinadas por ter alto teor de substancias tóxicas (antinutrientes) no inicio de seu processo de crescimento.

Podem ser cultivados no ar ou na terra.

Colocam-se poucas sementes num vidro (1 colher de sopa em um vidro de 1 quilo), para que tenham espaço para crescer , ficar arejada , facilitar a limpeza e lavagem. Precisam de muita água para o crescimento. Não podem ser “esquecidas” senão as pequenas raízes secam com facilidade! Ideal lavar de 2 a 4 vezes ao dia, com jatos de água suave! Ficam prontas para consumo entre 4 e 5 dias, numa temperatura amena. Por isso, no verão, é difícil de cultivar no Rio de Janeiro.

DICAS DE PREPARO: Os brotos de Alfafa são de paladar muito suave e por isso é de fácil aceitação ótimo para a transição alimentar e para crianças.

Salada com brotos

1 xícara de brotos de Alfafa (previamente lavados e retirados as casquinhas)

½ abacate cortado em cubos

1 tomate

8 folhas de alface (ou rúcula) rasgadas

Pimenta fresca a gosto

Shoyu, limão, azeite

Salada com Broto de Alfafa

salada com broto de alfafa

Ingredientes para a salada
250g de broto de alfafa
8 tomates cereja
1 maço de rucula
1/2 maço de brocoli
1 pimentão vermelho
5 rabanetes
1 nabo
2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco ou tinto
broto de alfafaBroto de alfafa
tomates cerejaTomates cereja
rúculaRúcula
brocoliBrocoli

Pimentão Vermelho

rabaneteRabanete
naboNabo
vinagre de vinho tinto e brancoVinagre vinho branco/tinto
branco
Ingredientes para o molho
4 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de vinagre balsâmico (aceto balsâmico)
1 colher de chá de pimenta do reino (de preferência moída na hora)
1 cebola roxa
2 colheres de sopa de cebolinha e salsinha
1 colher de chá de sal
1/2 xícara de água mineral gasosa

Azeite

vinagre balsâmicoAceto balsâmico
pimenta do reino pretaPimenta do reino preta
cebola roxaCebola roxa
cebolinha verdeCebolinha
salsinhaSalsinha
salSal

">Água gasosa

branco

Modo de fazer

Prepare os brotos e os tomates: Lave-os bem em água corrente, escorra numa peneira e reserve-os.
Prepare a rúcula: Despreze as folhas que estiverem machucadas e lave cada folha individualmente retirando toda as impuresas. Deixe de molho uns 20 minutos em uma tigela grande com água e 2 colheres de vinagre branco. Deixe as folhas secarem num escorredor ou use uma centrífuga para salada. Corte as folhas bem fininhas com uma faca de cerâmica. Evite usar uma faca comum, pois os cortes ficam oxidados (com côr de ferrugem).
DICA: As folhas para uma salada devem secar bem depois de serem lavadas, pois caso contrário a água restante dilui o sabor do molho.
Facas com lâminas feitas de cerâmica não reagem com a acidez de alguns alimentos e também não enferrujam. São bem mais leves para usar e mantém o sabor natural dos alimentos além de não escurecer frutas, legumes e verduras.
Prepare o brócolis: Corte os talos do brocolis e lave-os com bastante água. Não os escorra. Arrume-os ainda molhados em um prato. Ponha para cozinhar no microondas com uma tampa apropriada por 6 minutos em uma potência de 800W. Ao final deixe-os ficar por mais uns 3 minutos ainda dentro do microondas e cobertos. Depois retire-os, eles vão estar tenros e intensamente verdes.
Prepare o pimentão vermelho: Lave-o bem em água corrente e em uma tábua de corte divida o pimentã ao meio no sentido do comprimento. Com uma faquinha afiada retire todo o miolo e sementes e corte também a parte do cabinho. Depois corte o pimentão em tirinhas ao comprido e reserve.
Prepare os rabanetes: Corte as folhas e o rabinho dos rabanetes e jogue fora. Lave-os bem com uma escova macia para legumes em água corrente. Deixe secar, corte-os em rodelas fininhas e reserve.
Prepare o nabo: Corte as folhas e jogue fora. Descasque o nabo com uma faquinha ou use um descascador de legumes e rale-o num ralador comum no lado maior. Reserve.
Arrume a salada: Em um prato ou travessa grande coloque o nabo ralado no centro e abra um espaço no meio para arrumar as tirinhas de pimentões vermelhos. Ao redor do nabo coloque a rúcula cortadinha e em volta dela os brotos de alfafa. Arrume os talos do brócolis por cima de parte dos nabos e as rodelinhas de rabanete entre a rucula e o nabo. Decore os brotos com os tomatinhos cereja.
Prepare o molho: Descasque e corte a cebola bem pequenininho. Lave bem as folhinhas da salsinha desprezando as que estiverem machucadas e retirando todas as impurezas. Pique bem fininho numa tábua de corte com uma faquinha ou um cortador de temperos. Em uma tigela menor misture todos os ingredientes para o molho com uma colher ou um mini mixer (nesse caso o molho ficará espumante). Sirva o molho separado numa molheira ou tempere a salada somente na hora de servir, caso contrário as folhas murcharão.


DICA: O aceto balsâmico é escuro, denso e muito aromático. Seu sabor forte é bem diferente dos vinagres comuns variando entre o doce e o azedo. É excelente para preparar molhos para saladas e temperar legumes e os mais envelhecidos são bem mais doces e consistentes, o que os torna excelentes para o uso em sobremesas.

Utensílios para ajudar no preparo
medidas-padrão para colheres
Colheres medidas

medidas-padrão para xícaras
Xícaras medidas

peneira
Peneira

bacia de vidro
Tigela
centrífuga para secar folhas
Centrífuga p/ salada

faca de ceramica
Faca de cerâmica

tábua de corte
Tábua de corte

microondas
Microondas
tampa para microondas
Tampa p/ microondas

escova para legumes
Escova p/ legumes

ralador
Ralador

descascador de legumes formato de faca
Descasc. legumes
cortador de temperos
Cortador p/ temperos

moedor de pimenta
Moedor de pimenta

mini mixer
Mini mixer

molheira
Molheira
RENDIMENTO: 10 porções.



Como Cultivar Brotos de Alfafa


Os brotos de alfafa crescem rápido, surgindo em apenas 3 a 5 dias. Você pode cultivá-los num jarro de vidro ou num prato pequeno e só precisa de uma colher de sopa de sementes para obter uma xícara e meia de brotos. Eles têm muitos antioxidantes e são uma ótima adição a saladas e sanduíches. Veja o passo 1 para aprender como cultivá-los.

Método 1 de 3: Usando um jarro


Compre sementes de alfafa. Você pode encontrá-las em lojas de produtos naturais, de rações para gado ou em fornecedores de sementes online, e também há versões orgânicas disponíveis. Elas vêm em pacotes pequenos de 200 a 400 g e em sacos de até 500 g. Se estiver planejando comer bastante alfafa, é mais barato comprar as sementes em atacado.


Lave e separe as sementes. Coloque-as numa peneira fina ou num pedaço de morim e lave-as bem, retirando as que estiverem quebradas ou descoloridas.


Meça uma colher de sopa de sementes. Isso renderá uma xícara e meia de alfafa, o suficiente para encher um jarro e usar em uma refeição ou duas. Guarde o excedente no saco original ou num saquinho plástico com fecho.


Coloque as sementes num jarro de vidro transparente de 1 L. Os jarros com lados planos são melhores porque você pode deitá-los, de modo a melhorar a circulação do ar.


Cubra bem as sementes com 5 cm de água fria.


Tampe a boca do jarro com morim ou uma meia-calça limpa. Isso manterá as sementes no recipiente quando você escorrer o conteúdo. Prenda a cobertura com um elástico.


Deixe as sementes de alfafa de molho por pelo menos 12h. Mantenha o jarro num local quente e seco durante esse tempo. Elas não precisam de luz solar direta para germinarem.


Escorra a água. Deixe o morim ou a meia-calça no lugar e vire o jarro de cabeça para baixo sobre uma pia. A água escorrerá e as sementes ficarão dentro do recipiente.


Enxágue e drene as sementes de novo. Retire toda a água do jarro para que elas não apodreçam.


Coloque o recipiente de lado num local escuro. Boas escolhas são armários ou despensas com uma temperatura quente e confortável. Deixe as sementes espalhadas pela base do jarro.


Retire o recipiente a cada 8 a 12 horas para enxaguar as sementes de alfafa. Passe-as na água morna e tire toda a água sempre. Faça isso por 3 ou 4 dias ou até que os brotos cheguem a uma altura entre 3 e 5 cm.


Leve o jarro para a luz do sol. Colocá-lo numa janela ensolarada por 15 min ativará enzimas importantes que tornam os brotos tão saudáveis. Espere até que eles fiquem verdes. Quando isso acontecer, estarão prontos para o consumo. Guarde-os no refrigerador, que também desacelera o crescimento deles, por até uma semana.

Método 2 de 3: Usando um prato de cerâmica


Enxágue e separe as sementes. Coloque-as numa peneira fina ou num pedaço de morim e lave-as bem, retirando as que estiverem descoloridas ou danificadas.



Coloque as sementes de molho. Meça uma colher de sopa delas e ponha-as num jarro de vidro. Cubra-as com 5 cm de água fria e tampe o jarro com um pedaço de morim preso por um elástico. Deixe as sementes de molho numa sala escura por pelo menos 12 horas.


Escorra as sementes. Passe a água pelo morim, que prenderá as sementes dentro do jarro e impedirá que elas desçam pela pia.


Espalhe as sementes pela base de um prato de argila. Aquele tipo que vem junto com um vaso de terracota é perfeito para esse propósito. Coloque as sementes dentro do prato, espalhando-as para que cubram a superfície por igual.


Coloque o prato numa bandeja com água. Insira-o dentro de uma bandeja maior do que ele e encha-a com água até metade dos lados do prato. Não deixe que o líquido entre no prato.
  • Coloque tudo num cômodo escuro para que as sementes brotem.
  • Esse método funciona porque o prato de argila absorverá água suficiente da bandeja para umedecer as sementes o bastante até que elas cresçam. Com ele, não é preciso enxaguar.

Encha novamente a bandeja de vez em quando por 4 a 5 dias. Verifique-a e encha-a quando a água evaporar. O prato continuará a absorver a água e a manter as sementes úmidas, ajudando-as a brotarem.



Leve o prato para um local ensolarado quando os brotos tiverem de 1,2 a 5 cm de altura. Coloque-o numa janela ensolarada por cerca de 15 min. A alfafa estará pronta para o consumo quando estiver verde e brilhante

Método 3 de 3: Comendo e guardando a alfafa


Debulhe a alfafa. As cascas são comestíveis, mas muita gente prefere retirá-las por motivos estéticos. Para isso, coloque os brotos numa tigela com água e irrite a massa deles com as mãos. As cascas vão se separar facilmente e subir para a superfície da água. Jogue fora o líquido com as cascas e guarde os brotos.


Use a alfafa. Os brotos dela são uma ótima adição para qualquer salada, sendo que o gosto deles fica melhor quando acabam de sair do último enxágue. É só cortá-los ou separá-los e adicioná-los a sua receita favorita de salada.
  • Eles também são ótimos recheios para sanduíches.
  • Ficam saborosos dentro de um pão pita.
  • Tente adicionar algo mais nutritivo a seu burrito de sempre embrulhando alguns brotos com o feijão e o arroz.

Guarde a alfafa. Deixe-a secar completamente depois do último enxágue, ou ela vai apodrecer. Guarde-a seca dentro de um saco plástico e mantenha-a na geladeira


  • Você também pode comprar um germinador comercial para que possa cultivar mais de um lote de alfafa por vez.
  • Ao enxaguar as sementes, tire toda a água. Elas só precisam ficar úmidas, não encharcadas.
MATERIAIS NECESSÁRIOS

  • Sementes de alfafa
  • Jarro de vidro transparente de 1 L com lados planos
  • Morim ou meia-calça limpa
  • Colher de sopa
  • Água
  • Closet, armário ou despensa
  • Local com luz solar



Nenhum comentário:

Postar um comentário