terça-feira, 22 de setembro de 2015

Brotos, Valor Medicinal (Plantas que Curam)



Este alimento afasta o risco de câncer, reforça o sistema imunológico, além de fortalecer os músculos

1. Proteja os olhos
O broto de alfafa tem muito mais vitamina A. As recomendações de consumo por dia são de 700 microgramas para mulheres e 900 para homens.
Alfafa: 7,5 microgramas
Feijão: 1 micrograma
Bambu: 1 micrograma

2. Fortaleça os músculosO de bambu tem muito mais potássio, o mineral que dá a força. A dose diária recomendada é de 2 mil miligramas.
Bambu: 266 miligramas
Feijão: 74 miligramas
Alfafa: 39 miligramas

3. Afaste o câncerCom o broto de feijão, rico em ácido fólico, um nutriente capaz de reduzir o risco de tumores. Precisamos de 400 microgramas por dia.
Feijão: 30 microgramas
Alfafa: 18 microgramas
Bambu: 3,5 microgramas

4. Alivie a anemiaO.k., eles não são nenhum bifinho, mas contribuem com ferro. O broto de alfafa é campeão. Mulheres precisam de 18 miligramas e homens de 8.
Alfafa: 0,48 miligrama
Feijão: 0,43 miligrama
Bambu: 0,25 miligrama

5. Reforce o sistema imunológico
O broto de feijão, o mais rico em vitamina C, é o melhor deles nesse quesito.
A dose recomendada é de 90 miligramas para homens e 75 para mulheres.
Feijão: 6 miligramas
Alfafa: 4,5 miligramas
Bambu: 2 miligramas

6. Controle a pressão
O de alfafa tem boas doses de magnésio, um mineral capaz de ajudar a controlar a pressão arterial. A dose diária para homens e mulheres é de 420 miligramas.

7. Espante o cansaço
O maior fornecedor de fósforo, que ajuda a espantar a fadiga, é o broto de Alfafa 34 miligramas
Bambu: 29 miligramas
Feijão: 27 miligramas


  • Os brotos são 80% água, portando utilize, preferencialmente, uma fonte de água filtrada para molhá-los.
  • Para conservar os brotos de um dia para o outro, depois da colheita, coloque-os secos em um saco plástico, retire o ar e leve-os à geladeira. Não é aconselhável guardá-los por mais de um dia ou deixá-los de fora, pois perdem suas propriedades facilmente. Em restaurantes, se você sentir o gosto ou o cheiro meio azedo, prefira não comê-los.
  • Antes de comê-los ou cozinhá-los, lave-os com água em abundância para retirar os resíduos metabólicos. Eles podem causar gases.
  • Veja com atenção as observações sobre cada uma das sementes citadas abaixo. Algumas não devem ser germinadas.
  • Lave sempre cuidadosamente bem os brotos antes do consumo. Isto retira os açúcares (oligossacarídeos, ou carboidratos que produzem poucos monossacarídeos na hidrólise – processo digestivo) criados na superfície pelos processos metabólicos.
  • Pode-se misturar a eles uma pequena quantidade de gengibre ou açafrão (que é um tipo de gengibre), seja em pó ou frescos. Isto ajuda a digerir melhor as proteínas dos brotos. Pela Ayurveda, o gengibre é considerado como um supremo “digestor” de toxinas e o açafrão é considerado o melhor alimento medicinal.
  • Brotos de “fenugeek” são considerados excelentes digestivos. Pode-se adicionar ou as sementes na mistura de brotos ou os próprios brotos, que crescem rapidamente.
  • Erva-doce (funcho) pode ser ingerida como estímulo digestivo:
    - Em pó (1 colher de chá), com água morna, 30 minutos antes da digestão;
    - Na forma de brotos (demoram para crescer);
    - Em sementes hidratadas, mastigadas após a refeição (ficam mais amargas).
  • Coma os feijões maiores somente depois de vários dias de germinação. Prefira os feijões que são menores (azuki, moyashi etc)
  • Evite os brotos de leguminosas, eles costumam causar gazes.
  • Pode-se usar temperos digestivos em pequenas quantidades, em pó ou hidratados ou em brotos, como o cardamomo (os frutos dele), a mostarda, o cominho e a canela.
  • Coentro e o cominho, em pó ou hidratados ou em brotos (de 1 a 1,5 dias) são excelentes temperos anti-gazes.
  • Óleos naturais, que são anti-gazes: tahini (óleo de gergelim), brotos de girassol (antes de germinarem as folhas), abacate, óleo de girassol, nozes em geral.




Nenhum comentário:

Postar um comentário