quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Cultivo da Camomila (Matricaria chamomilla)


Camomila é um nome dado a diversas plantas que possuem flores parecidas com pequenas margaridas. As duas espécies de camomila mais cultivadas são a camomila alemã (Matricaria chamomilla, também denominada Matricaria recutita) e a camomila romana (Chamaemelum nobile ou Anthemis nobilis). Ambas são chamadas de verdadeira camomila e falsa camomila, variando qual é conhecida como verdadeira e qual é conhecida como a falsa de acordo com a região. As flores (na realidade são capítulos florais, que contêm muitas pequenas flores) de ambas as espécies são usadas para diversos fins medicinais e para fazer chá. As flores ou seus óleos essenciais são usados na preparação de algumas bebidas alcóolicas (licores, vinhos e cervejas), doces (balas, gomas de mascar, sorvetes, etc.) e em vários produtos de higiene e beleza (shampoos, sabonetes, pastas de dente, etc.). Ambas também são cultivadas como plantas ornamentais em jardins.
A camomila alemã é a mais cultivada, sendo a mais apreciada como chá por seu sabor ser mais doce que o sabor da camomila romana, que é mais amarga.

Diferenças entre a camomila alemã e a camomila romana

A camomila alemã pode chegar a atingir 1 m de altura, sendo mais ereta que a camomila romana, que apresenta um hábito mais rastejante, atingindo cerca de 25 cm de altura. Os folíolos (segmentos das folhas) da camomila romana são mais achatados e mais espessos que os da camomila alemã, e suas inflorescências são solitárias e terminais, ao passo que as inflorescências da camomila alemã surgem em cachos (corimbos). Além disso, o receptáculo da inflorescência da camomila alemã é geralmente oco enquanto o receptáculo da inflorescência da camomila romana é sólido.
Camomila alemã
Camomila romana

Clima

A camomila cresce melhor em clima ameno, com temperaturas abaixo de 20°C. Embora possa ser cultivada em temperaturas mais altas, a planta tende a florescer precocemente nestas condições, especialmente se houver baixa umidade.

Luminosidade

O ideal é cultivar com luz solar direta, mas também tolera sombra parcial, desde que haja uma boa luminosidade.
A camomila cresce melhor em clima ameno 

Solo

Cultive preferencialmente em solo bem drenado, leve, fértil, rico em matéria orgânica, com pH entre 6 e 6,8. No entanto, esta planta pode crescer bem em diversos tipos de solo, incluindo solos pouco férteis, desde que não sejam muito ácidos.

Irrigação

Irrigue de forma a manter o solo úmido, mas sem que permaneça encharcado.
Mudas de camomila

Plantio

A camomila alemã é propagada a partir de sementes. A camomila romana pode ser propagada por sementes ou por divisão de plantas bem desenvolvidas.
As sementes podem ser semeadas no local definitivo ou em sementeiras e módulos, transplantando as mudas quando estas têm de 2,5 a 5 cm de altura. Semeie a uma profundidade máxima de 0,5 cm, ou apenas pressione levemente as sementes no solo. A germinação leva normalmente uma ou duas semanas.
O espaçamento pode ser de 30 a 45 cm entre as plantas. Ambas as espécies também podem ser cultivadas em vasos e jardineiras grandes.

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estejam concorrendo por recursos e nutrientes, principalmente no início do cultivo.
Inflorescências da camomila alemã 
As inflorescências da camomila romana são terminais e solitárias, isto é, não surgem em cachos como as inflorescências da camomila alemã

Colheita

A colheita geralmente ocorre 3 ou 4 meses após o plantio. As inflorescências devem ser colhidas assim que abrirem completamente. Flores mais velhas, que estão escurecendo ou estão com as pétalas brancas (lígulas) voltadas para baixo, têm menos sabor e aroma. As inflorescências colhidas devem ser secas para poderem ser armazenas. Colha as flores sem as hastes e deixe-as por vários dias em local seco e bem ventilado, até ficarem completamente secas.
O plantio de camomila por aqui, no entanto, ainda é pequeno. A principal região produtora está localizada no entorno das cidades paranaenses de Mandirituba e São José dos Pinhais, onde mudas foram introduzidas por imigrantes poloneses e italianos. Naquela região, são manejados de 500 a 700 hectares por uma média de 80 a 100 agricultores, que produzem entre 450 e 500 quilos de flores secas por hectare.
O pequeno número de produtores no país restringe a disponibilidade de sementes selecionadas no mercado, dificultando a expansão do cultivo. A escassez da matéria-prima traz uma oportunidade para quem planeja fazer da atividade uma fonte de renda, inclusive com a produção de sementes.
Da camomila pode-se fazer chá calmante e digestivo com benefícios para consumidores de todas as idades. Seu efeito contribui para aliviar desde cólicas em bebês até o estresse provocado nas pessoas pela vida agitada. Ainda contém propriedades que fornecem ação anti-inflamatória e antisséptica. O chá também serve para realçar o tom dourado de cabelos louros. Em compressas, suaviza olheiras e inchaço dos olhos. Na indústria de cosméticos, o óleo essencial da camomila, chamado azuleno, é ingrediente ativo de vários produtos.
Composta de miúdas e levemente perfumadas flores de cor branca com miolo amarelo, a camomila pode ser usada como ornamentação. Semelhantes a margaridas em miniaturas, enfeita ambientes quando dispotas em canteiros ou vasos. Planta anual herbácea e muito ramificada, a camomila pode alcançar até 60 centímetros de altura. Embora seja resistente a pragas e doenças, necessita de cuidados no plantio. A gradagem pré-semeadura, por exemplo, ajuda a controlar a incidência de ervas invasoras na área do cultivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário